Dicas de Segurança do Trabalho no Call Center

Segurança no Trabalho em Call Center
Segurança no Trabalho em Call Center

O serviço de atendimento ao cliente está entre os mais estressantes do mundo e por isso a Organização Mundial de Saúde recomenda o que é seguido em lei pela maioria das empresas que a jornada de trabalho não ultrapasse 6 horas diárias. Entretanto, o estresse não é o único problema que os operadores devem enfrentar, ainda é necessário se preocupar com a segurança do trabalho no Call Center.

Neste artigo do blog da Sincronismo falaremos sobre o que é necessário para atender os requisitos de segurança do trabalho no ambiente do Call Center, no que diz respeito à saúde auditiva, ergonomia, cuidados com a voz e os direitos estabelecidos por lei de pausa.

A Segurança do Trabalho no Call Center Começa Com Uma Boa Gestão

Saber como coordenar um Call Center não é uma tarefa simples, o gestor deve se preocupar com todas as questões referentes à empresa, desde monitorar o desempenho dos colaboradores, a satisfação dos clientes, os processos internos e a performance do setor como um todo.

Para isso, muitas vezes é necessário agir com “rédea curta”, restringindo algumas atividades e focando nos resultados. Porém, o que muitos gestores e empresas não percebem, ou mesmo negligenciam são as condições de trabalho de seus funcionários.

Uma boa gestão deve se encontrar com todas as exigências da segurança do trabalho no Call Center, para pesar em primeiro lugar pela saúde daqueles que fazem com que o trabalho tenha continuidade.

Como Adequar as Normas de Segurança no Call Center 

A  profissão de operadora de telemarketing está na lista de uma das mais estressantes do mundo.  Além da rotina extremamente cansativa,os profissionais dessa área ainda enfrentam problemas de ergonomia, com relação ao excesso de ruídos, sobre orientação de cuidados com a saúde da voz, com relação ao LER (lesão por esforço repetitivo) e até mesmo por ausência de pausas.

Por esses motivos, a norma regulamentadora 17 (NR 17), ajuda a regularizar essa questão estabelecendo medidas ligadas aos móveis, equipamentos eletrônicos, ambiente corporativo e jornada de trabalho.

Os responsáveis por elaborar análise de risco e as medidas preventivas relacionadas às empresas de telemarketing são os profissionais de segurança do trabalho e ou os higienistas ocupacionais.

Acompanhe algumas dicas fundamentais para garantir a segurança no trabalho em um call center são:

  • Oferecer um local com iluminação adequada, pois os monitores podem causar problemas divisão ao longo do tempo;
  • A P.A, ou estação de trabalho deve ser arejada;
  • O ruído do local deve ser controlado;
  • O ar condicionado deve ficar em temperatura ambiente;
  • As cadeiras devem ser ergonômicas, com uma densidade de espuma boa, encosto e assentos ajustáveis;
  • Os equipamentos de trabalho devem ser de boa qualidade, para quem minimizo idas externas; 
  • Local deve fornecer material de limpeza para que o funcionário possa higienizar seus equipamentos, como mouse, teclado e braços da cadeira
  • O monitor deve ficar a 50 cm de distância dos olhos e em linha reta;
  • Com relação a voz os fonoaudiólogos indicam que operador deve estar sempre com a garganta hidratada;
  • É aconselhável que a empresa ofereça treinamentos de ginástica laboral, a fim de evitar que os colaboradores tenham problemas ergonômicos;
  • É preciso que façam pausas durante o horário de trabalho, para levantar, caminhar e trocar de posição.

Todas essas medidas de segurança do trabalho no Call Center tem o objetivo de tornar o trabalho mais confortável e saudável, o que por consequência comprovadamente melhora o desempenho de cada um, beneficiando a empresa. Para mais dicas como essa e para entender o que é necessário para deixar o seu call center regulamentado entre em contato com a sincronismo e fale com um de nossos colaboradores.

011 3323-5550